quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Ibovespa: correção já esperada...

  • Apesar do início positivo nos mercados da Europa e EUA, por aqui ainda pesava a lembrança do que aconteceu no Ibovespa após o último Investment Grade. A notícia vinda da decisão do FED, em manter a taxa de juros inalterada, melhorou os ânimos nas Bolsas por alguns instantes, mas imediatamente após iniciou um rallye de venda, que fez os Índices fecharem praticamente em suas mínimas no dia.
  • O IBOV fechou o pregão com -1,62%, perdendo o nível dos 61k. O volume financeiro foi de R$ 5,8 bilhões, pouco acima da média. O IFR e o EL agora estão cruzados na venda e apontando para baixo, indicando que há mais espaço para quedas. As Bandas de Bollinger ainda não inflexionam para baixo, mas estão bem abertas, o que indica mais volatilidade para amanhã. Apesar da queda, o Índice se mantém acima da MMe7, e muito acima das MMe 21 e 50 períodos, o que é positivo.
  • A realização que aconteceu hoje já era um evento esperado pelo mercado; o fato dos Índices nos EUA terem reforçado as quedas no final da tarde contribui ainda mais para tal movimento. Há expectativa de mais alguma queda para o IBOV, até para aliviar os indicadores e chamar mais compradores. O fluxo de entrada de capital estrangeiro continua alto, e isso impediu hoje uma queda mais acentuada da bolsa paulista. Alguns ativos que estavam rompendo topos recentes acabaram recuando e merecem cuidado maior, pois podem formar na verdade um topo duplo, no caso de reversão do movimento ascendente.

Assine o feed deste blog ou receba todos os artigos por email.
Siga-nos no Twitter e fique por dentro das últimas análises, dicas e notícias do mercado financeiro!

2 comentários:

Anônimo disse...

Olá Alexandro,
vc poderia citar um ou dois ativos que podem formar topó duplo?
Desde já, agradeço.
Ronaldo.

bolsafinanceira disse...

Fala, Ronaldo! Tudo bem?
CYRE3 e BISA3 chamam atenção quanto a isso; apesar da tentativa de romper um topo recente, por enquanto não tiveram força; há divergência de baixa no IFR e o volume está menor nessa alta. Bem verdade que seria mais característico o topo duplo se houvesse um intervalo maior entre eles. A questão é observar a extensão dessa realização.
Abraço!
Alexandro

Google Analytics Alternative