quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Ibovespa: sentiu o peso da realização neste início de outubro...

  • A queda no ritmo de produção industrial e o aumento acima do esperado nas solicitações por auxílio-desemprego nos EUA provocaram fortes perdas aos principais mercados internacionais. O Nasdaq se destacou com -3,06%; o Dow Jones e o S&P500 fecharam, respectivamente, com -2,09% e -2,58%.
  • O Ibovespa começou o dia em baixa, acelerando a queda até o final da tarde, fechando com -1,72% (queda pequena comparada aos mercados dos EUA). O volume financeiro foi de R$ 5,28 bilhões.
  • O IFR e o EL cruzaram para baixo, confirmando a direção do movimento de queda. As Bandas de Bollinger estão praticamente na horizontal, ainda estreitas.
  • Como já citado nestes últimos dias em comentários anteriores, os mercados seguem bastante voláteis e avançam ou recuam conforme o noticiário econômico se apresenta. A semana encerra-se amanhã com mais alguns indicadores importantes, entre eles o Relatório de Emprego do mês de setembro nos EUA. Não é difícil o IBOV fazer um teste no suporte dos 58.600 para então iniciar uma reação; o fato positivo é que, apesar de tudo, suportou bem a pressão vendedora no dia de hoje, considerando-se o péssimo desempenho dos Índices nos mercados externos (em outros tempos, seguiria à risca a queda externa, até mesmo acentuando as perdas por aqui).
  • Observou-se hoje vários ativos (BRAP4, AMIL3, elétricas, entre outros) que apresentavam boa configuração gráfica, no sentido de novas altas, mas a queda no mercado “varreu” como um tsunami todos os papéis (salvo algumas raras exceções)...por isso segue o conselho de muita cautela ao efetuar novas compras...
  • O gráfico de 15 min do IBOV mostra que a perda da LTA (que começou no dia 24/set) contribuiu para uma realização mais acentuada.

Assine o feed deste blog ou receba todos os artigos por email.
Siga-nos no Twitter e fique por dentro das últimas análises, dicas e notícias do mercado financeiro!

3 comentários:

Anônimo disse...

Pmam3 segue em alta muito forte apesar da queda. Acompanha? Suporte/Resistência?

Anônimo disse...

Tens alguma opinião sobre Rsid3 após a OPA??? Grato

bolsafinanceira disse...

- Olha, nem arrisco uma opinião sobre PMAM3 porque não acompanho; apenas verifiquei é uma mineradora que tem uma exposição muito grande em cobre (com isso, sofre interferência direta da variação do preço dessa commoditie no mercado internacional); e só para constar, o Banif colocou um preço-alvo nela de 5,15 (em set/09)...
- Sobre RSID3, o preço da oferta ficou em R$ 12,50 (e a ação fechou hoje em 13,30 com -6,67%) - é provável que tenha mais queda para se ajustar ao preço da OPA

Google Analytics Alternative